Cavalgada do Bicentenário atrai mais de 40 mulheres para celebrar Anita Garibaldi

Laguna

 

Cavalgada do Bicentenário atrai mais de 40 mulheres para celebrar Anita Garibaldi

Modernas amazonas fizeram o sentido inverso da última viagem que a heroína fez em Laguna, o que simbolicamente representou o retorno da heroína para a cidade natal, em gesto feito pelas Guardiãs de Anita, quando cada uma colocou uma Rosa de Anita aos pés do seu monumento no Centro Histórico de Laguna

 

A cavalo, elas vieram de diversas cidades do Sul do Brasil para homenagear Anita Garibaldi, a heroína dos dois mundos. Neste sábado, 22, o Instituto Cultural Anita Garibaldi (CulturAnita) reuniu cerca de cem pessoas, dentre eles mais de 40 mulheres para a Cavalgada do Bicentenário, evento que integrou as comemorações mundiais dos 200 anos de nascimento da catarinense Ana Maria de Jesus Ribeiro.

Foram quase dez horas de cavalgada entre a Barra do Camacho e a praça República Juliana. O trajeto relembrou a última viagem feita por Anita e Giuseppe Garibaldi antes de partirem rumo ao Rio Grande do Sul, durante os eventos que marcaram a extinção da República Catarinense, em novembro de 1839. As modernas amazonas fizeram o sentido inverso da última viagem que a heroína fez em Laguna, o que simbolicamente representou o retorno da heroína para a cidade natal, em gesto feito pelas Guardiãs de Anita, quando cada uma colocou uma Rosa de Anita aos pés do seu monumento no Centro Histórico de Laguna.

O sonho de muitas mulheres é conhecer onde Anita passou, morou… E fomos justamente nesses caminhos de Anita”, resume Ivete Scopel, diretora do Departamento de Guardiãs de Anita. “A importância maior é que nesse local ocorreu um fato épico muito importante para nossa história e que está registrado nas ‘Memórias de Garibaldi’ [livro editado por Alexandre Dumas] e nas cartas de Anita.”, completa o historiador Adílcio Cadorin, diretor do instituto.

A vice-governadora Daniela Reinehr, que demonstra grande interesse pela história de Anita, acompanhou a cavalgada do início ao fim. “Muito me honra participar das comemorações do bicentenário de Anita Garibaldi e celebrar essa história de luta, de paixão, e ela é, cada vez mais, uma inspiração para todos nós”, comenta. Além de Daniela, o ato foi acompanhado também pelo prefeito de Laguna, Samir Ahmad, pela prefeita de Anitápolis, Solange Back, e o presidente da Fundação Catarinense de Cultura, Edson Lemos, representando o governador Carlos Moisés.

Informações Notisul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *