Sua Majestade Donna Locomotiva, a história de um jeito nunca contado antes

Sua Majestade Donna Locomotiva, a história de um jeito nunca contado antes

Uma decisão que gerou mobilização e se transformou em empatia. Em 2018, a solicitação do município de Miguel Pereira, do Rio de Janeiro, ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para uso de uma locomotiva para fins turísticos, causou uma forte reação dos tubaronenses e de autoridades locais. Além dos trâmites legais, a população promoveu um abraço simbólico, reforçando a importância da Pacific 53 para a Cidade Azul.

Parece cena de filme, mas esta é uma história que precisava ir além dos meios de comunicação que noticiaram, à época. Foi assim que surgiu o propósito de produzir o livro infantil “Sua Majestade Donna Locomotiva”. A escritora tubaronense Edla Zim, fez parte da mobilização e sentiu, nessa oportunidade, tanta emoção quanto em sua primeira viagem de trem. Assim, não restaram dúvidas quanto à escolha do tema. “É um resgate da história vivida aqui em nossa terra. Muita gratidão por tantas alegrias que o trem nos traz”, revela a escritora.

“Apesar de ter escrito para crianças, o livro tem potencial para encantar professores, alunos, pais e apaixonados pela história ferroviária do Sul do estado. Além da história, desde 1884, com a importância da Estrada de Ferro já naquela época, as páginas apresentam também a atuação do Museu Ferroviário de Tubarão”, destaca Edla.

A profissional também é palestrante na área comportamental e escritora dos livros “A Casa de Lata Quadrada” e “1,2,3,4,5 MIL Cadê Kadu?”. “Minha trajetória como escritora é ainda muito pequena, mas eu sei que é isso que desejo seguir, fortemente, para minha vida. Escrever para o público infantil é sensacional e, ao mesmo tempo, uma grande emoção sempre que recebo os relatos dos pais, avós, professores e de todos que leem os meus livros. Até agora, eles foram ilustrados na técnica de aquarela e percebemos o quanto isso enriquece a publicação, atraindo ainda mais, a atenção dos leitores, em especial das crianças”, conta.

Para o diretor-presidente da FTC, Benony Schmitz Filho, “o incentivo à leitura é uma pequena ação, mas que multiplica o conhecimento e transforma a vida das pessoas. No caso deste livro, que traz uma rica valorização da história da ferrovia, com texto leve e repleto de encantamento, muito nos honra. É uma sementinha plantada, que florescerá na existência de tantas crianças”, valoriza.

A produção da obra, que contou com o apoio da Ferrovia Tereza Cristina (FTC) e da Engie Brasil, além do incentivo cultural por parte do Museu Ferroviário de Tubarão, será lançada no dia 29 de abril, às 19 horas, no próprio Museu. Após essa data, aqueles que tiverem interesse em adquirir um exemplar, estará disponível na Livraria Consulato, em Oficinas, ou com a própria escritora, por meio do WhastApp (48) 99995-2669.

 

Fonte: Revista Ùnica

Fotos: FTC

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *