Projeto Vizinho Solidário é lançado em Sangão

Sangão

Projeto Vizinho Solidário é lançado em Sangão
Começou a funcionar nesta terça-feira (30/08), em Sangão o projeto Rede de Vizinho Solidário, primeiramente em dois bairros, Vila do Sol e Centro. E a intenção da Polícia Militar é expandir para todos os bairros da cidade.
Na reunião foi demonstrado como será a implantação e o funcionamento do projeto.
O Vizinho Solidário é inspirado num projeto surgido na Europa chamado Neighborhood Watch (vigilância de bairro), depois levado aos EUA. Funciona assim: é criado um grupo de WhatsApp, e nele são cadastrados um policial local, um superior e as pessoas envolvidas mapeadas de forma geográfica. Em caso de algum incidente, o grupo troca informações e coordena o uso de apitos. Também são instaladas placas na comunidade informando que trata-se de um local com o projeto.
Conforme o comandante da polícia militar de Sangão, Adriano Souza de Luca, se estabelece uma via de mão dupla: a comunidade gera a informação, a PM orienta e compartilha. É evidente que não substitui o 190.
“Com o crescimento dos bairros, sentimos que o cuidado mútuo se perdeu. Hoje, muitas vizinhanças são ajuntamento de estranhos. E a PM tem dificuldade em combater crimes silenciosos, sem testemunhas, como arrombamentos. Agora quando o crime acontecer, teremos imagens e relatos”, afirma o comandante Adriano.
Em cidades onde já funciona o projeto,os crimes reduziram significativamente.
“Não é uma ação que vai acabar com os problemas de assaltos e roubos, mas ajuda. Se todo mundo colaborar, dá pra acontecer. A gente vestiu a camisa do projeto”, afirma o comandante da PM de Sangão.
Informações Sangão Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *